Outros Blogs do meu grupo:

domingo, 11 de setembro de 2011

Uma flor chamada saudade

Nem sempre
és a flor do meu poema
a flor Mulher!

Existe outra
que convive em meus dias
e é tua amiga!
A flor chamada saudade,
que no alvorecer
acorda com lágrimas
e vem o Sol
limpando cada pétala.

Uma flor mista de sentimentos,
que cuido com carinho,
para que não morra,
nem a saudade!

José Manuel Brazão

Sem comentários: