Outros Blogs do meu grupo:

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Até as pedras sorriram

Sentimento tão sonhado
 Nesta busca verdadeira
 Em um jardim iluminado
 Esplendor pra vida inteira

  
Eu queria saber a razão
 Desta vertente brilhante
 Deste doce sentir no coração
 Em doce vida, estimulante

 Nesta cena tão envolvente
 Que as pedras observaram
 Até, elas sorriram de contente
 Porque este amor as cativaram

 E é assim o mistério do amor
 Pra quem busca, sem cessar
 Ele renasce como uma flor
 Sem se prever, nem se esperar.

 Mas como uma flor
 Pode também murchar
 Assim é o amor
 Pode também se acabar.

Belarose

Sem comentários: