Outros Blogs do meu grupo:

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Não quero mais nada


Eu não quero mais nada,
pois o que quero não posso
e o que posso, não quero tanto.
Portanto, eu não quero nada.

Não quero mais promessas,
tão pouco crer nas que me fazem.
Não quero mais o passado,
tão pouco quero o futuro.
Vou viver o meu presente.

Não quero mais amarras.
Quero viver de verdade,
ter a minha liberdade,
carregar este meu sonho,
com as certezas que tenho,
de nada saber,
de apenas estar e ser...

E do que ainda não vivi,
eu não quero mais nada,
apenas quero viver.

Rosana Souza
Poeta residente


Imagem: Parque Zoobotânico de Joinville-SC

Zé meu querido amigo Poeta!
Te agradeço muito o carinho na oportunidade de participar do 
teu lindo espaço que é este blog!

Sabes bem o que significa para o poeta ver seu trabalho sendo 
divulgado e apreciado, porque cada letra nossa, cada poema
 que compomos é como se fosse um filho!
Por isso meu querido amigo Zé, aceita minha gratidão e meu 
muito obrigada!
Rosana SOuza

Sem comentários: