Outros Blogs do meu grupo:

domingo, 5 de junho de 2011

Remissão*


Caudaloso esse rio
Serenado magma
Banhados de incenso e pétalas
O vinho ainda tépido
Buliçosos os corpos fremem
Tomados ainda pela corrente.

Sôfregos ainda
De amores amamos
A taça ainda entorna
Festim rebrilha
Pompa e glória.

Na ancestral pulsão
Dos minutos em laços
Pontuamos a letra
No esquecermos um no outro
Ardências
Sândalo, uvas e mosto
Pele, vales e reentrâncias


-redimimos a palavra no corpo-


Karinna*

Poeta honorária deste Blog




Sem comentários: