Outros Blogs do meu grupo:

quarta-feira, 29 de junho de 2011

À minha amiga ilustre

Dia frio, triste e vazio,
logo pela manhã ouço as batias na porta
É ela!
Amiga antiga,
confidente de segredos,
companheira dos meus sofrimentos...
 Hoje após recebe-la,
dispensamos o café da manhã,
preferimos remoer dores de amores tristes...
fizemos planos,
de morte, confesso, porém planos em dupla!
Belo dia! Disse a confidente,
após um longo suspiro satisfeito...

Fria, inerte, ao observar minhas lágrimas...
Volta como se nem tivesse partido (penso eu)
ela, sabe tudo de mim,
parece amiga de infância,
ás vezes me pego á pensar
que por mim sente grande apreço...

Faz questão de relembrar meus medos,
fracaços, tropeços...
Hoje é mais um dia,
que ela chega sem avisar,
gosta de fazer suspresas um tanto quanto tristes..
Ela vai e volta quando pode,
nunca me abandona essa fria amiga;
Que atende por DEPRESSÃO!

Anna Carvalho
Para apresentar este Blog com a dignidade necessária quer  em apresentação como em conteúdo tenho de ler muitos Autores e seus textos respectivos. No  princípio de Fevereiro deste ano li este poema. Parei , olhando para o que estava diante dos meus olhos de Poeta.
Vi e senti que estava perante uma grande Poeta,  divina na sua escrita!
Contactei a Anna e expliquei-lhe a minha opinião e ela que agora pretendia iniciar a sua carreira com regularidade ficou entusiasmada e não mais parou!
Sim, não mais parámos na Poesia e na Vida!

José Manuel Brazão

Sem comentários: