Outros Blogs do meu grupo:

terça-feira, 21 de junho de 2011

Teus lábios

Era só o reencontro do teu olhar
talvez um beijo, um sorriso, um abraço.

Era só o tempo
de uma conversa por terminar,
e o movimento embriagante …dos teus lábios.

Foi só um toque das tuas mãos.
O calor intenso em carne fria das longas madrugadas,
o cumprir de um sonho… e os teus lábios.

Foi o encurtar do espaço, o jogo das bocas,
em beijos vigorosos e línguas ansiosas.
Um atear de sentidos, e novamente… os teus lábios.

Depois,
o mergulhar intenso numa ondulação inquietante
numa combinação perfeita entre os corpos já maduros,
e ainda, freneticamente …os teus lábios.

Num acumular de voluptuosos desejos,
houve a perda de qualquer razão
pela loucura incontrolável… dos teus lábios.

Foram os murmúrios, os espasmos, o prazer
o chegar ao areal para descanso das almas,

e depois, 
e ainda

os teus lábios.

Vanda Paz

Sem comentários: