Outros Blogs do meu grupo:

sábado, 24 de novembro de 2012

Uma saudade que ficará...


Não queria alimentar
esta saudade constante,
mas ela não me deixa
como parte do meu amor!

Adormeço e amanheço
tendo ela como companheira
fiel dos meus dias,
que provoca em mim
uma nostalgia para viver
e comigo morrer!

Assim  viverá
no meu destino
na Vida e na Poesia
uma saudade que ficará...

José Manuel Brazão

Sem comentários: