Outros Blogs do meu grupo:

quinta-feira, 5 de abril de 2012

Um tempo que passou....


Há quanto tempo
Tanto tempo
Não mais a face
 Nunca mais o olhar
Que parecia doce
E ingênua imaginava
Dever continuar
Mas hoje
Este mesmo olhar
Dirige-se à outro lugar
Enquanto isso sigo
Sem ter
Sem poder
Sem saber
Vejo tudo indo
Esvaindo
Seguindo
Por outras paragens
Indo...sorrindo
Rindo por dentro
Para amansar
Disfarçar
Os intuitos
De não mais...

Beatriz Prestes
em participação especial


Sem comentários: