Outros Blogs do meu grupo:

sábado, 17 de março de 2012

Olhando...

Fico olhando
para a vida
e não sei
o que pensar,
o que dizer…

Vagueio os olhos,
por aí…

… sem destino,
sem vontade
dum sentir,
dum viver
e dum sorrir!

Serei merecedor
de tudo, mas tudo,
o que sofro?

Reflicto
e nesta hora,
apareces-me
como a minha Luz
para sentir,
viver e sorrir!

Amo
e procuro ser amado…

José Manuel Brazão
14/05/2011
Querido Zé,

Não és mais amado por falta de espaço no coração, que é grande, mas o amor é enorme!
Meu poeta anda um tanto quanto introspectivo...
Lindo poema!
beijão,
Anna.

http://www.youtube.com/watch?v=AuaWX1x1v5E 

Sem comentários: