Outros Blogs do meu grupo:

segunda-feira, 26 de março de 2012

Abri a janela do coração

Acordei diferente
e não sabia porquê!

Dei passos pela casa.
abri janelas,
entrou brisas.
mas fiquei assim...

Meu coração pulsou
e então abri a janela do coração!

Meu corpo e alma
reagiram como já fosse diferente
esse amanhecer fez o Sol entrar
e as nuvens cinzas desapareceram!

José Manuel Brazão

* Baseado nestas palavras da minha Amiga Sueli Rorigues
... abra a janela do coração, deixe o sol entrar e as nuvens cinzas desaparecerão---
Su

2 comentários:

Sueli Rodrigues disse...

E - MO - CI - O - NAN -TE....
Olhos cheios de lágrimas, acho que hoje estou muito emotiva e ver essa beleza de poema acabou comigo (no bom sentido).
Fico maravilhoso Zé..
e as nuvens cinzentas desapareceram...espero.
Su

José Manuel Brazão disse...

SU

Agradeço muito as suas palavras!

Fizeram-me bem. Omtem estive muito emocionado, porque não saía de mim a Mãe da da Anna.
E isto arrastou-se para hoje, mas de facto fiquei agora mais aliviado!

Beijo do ZÉ