Outros Blogs do meu grupo:

quinta-feira, 21 de junho de 2012

A rosa que não ganhei


Uma desculpa, apenas uma atitude.
Um erro, uma falha, um deslize.
Uma nova chance, aquela oportunidade.

Algum sinal da sua presença,
Uma possibilidade improvável.
Morri na sonhada esperança.

Por fim, devo concluir...
Não nasci para o seu amor.
Por sua parte não houve perdão.
Carregas ódio, raiva, rancor,
Neste desiludido coração.

Apenas um gesto, um momento.
Nada disto aconteceu.
O seu pedido de volta
Infelizmente não ocorreu...
Colocou-me no esquecimento.

Aquela rosa não foi você que me deu.
Aquele simples instante de reconquista,
Deveria ter sido nosso! Seu! Meu!

Rosa que não ganhei,
A tristeza transpareceu.
As lágrimas brotaram,
Os sentimentos se manifestaram.

Graciele Gessner.

Graci
Mas estas rosas sim,  ganhaste de minhas mãos
e representam a nossa profunda Amizade
há muito conquistada!
Faz tempo que estamos certos disso!
Beijooo gracioso (como costumas escrever).




Sem comentários: