Outros Blogs do meu grupo:

sexta-feira, 29 de junho de 2012

Letras vivas


Te senti tão próximo
podia respirar tua pele
sentir teu desejo..
Na noite cúmplice
tuas mãos invadiam
meus poros
minha alma..
É como refazer o verso
reviver um amanhecimento
sem cerimonia me tomar..
É como não querer
o eterno
e ir mais além..
Escrevo ansiedades
descrevo desejos
soletro gemidos..
E me sinto..
Vivendo o divino
sendo amada e atada
a um sonho inquieto
de onde desperto
em gota transparente..
e me deixo dissolver!

Ingrid Caldas

1 comentário:

Ingrid disse...

sempre teu carinho meu querido Zé.
beijos sempre..
que estejas bem..