Outros Blogs do meu grupo:

quinta-feira, 7 de junho de 2012

Celebração


Viva esse cheiro molhado
Viva essa chuva caindo
Viva esse solo sagrado
Viva essa flor se abrindo

Visto meu melhor vestido
Visto essa pele suada
Visto um amor esquecido
Visto uma manta encantada

Saio para hora da festa
Saio de mim maquiada
Saio ouvindo seresta
Saio mais aliviada

Corro pros braços da vida
Corro da dor do passado
Corro pra infância perdida
Corro pro amor do meu lado.
  
Sandra Freitas

1 comentário:

Ana Bailune disse...

Belo poema! A chuva traz coisas lindas...