Outros Blogs do meu grupo:

domingo, 24 de junho de 2012

O pouco pode ser muito




Tenho que aprender a entender, aprender a ter pouco e deste pouco me sentir bem. Tenho que gostar do pouco que você me permite, do pouco que para mim é insuficiente.

Talvez não tenha compreendido que este pouco seja muito, e que tudo que vivo hoje é apenas temporário. Quem sabe com o passar do tempo não sinta o mesmo, que este pouco é vazio, é frio, é quase nada em tudo que poderia ser vivido.

Não tenho culpa se te magoaram, ou se esta ferida encontra-se em fase de cicatrização. Eu gostaria muito de tê-lo mais perto de mim, mais presente na minha vida. Contudo, tê-lo por alguns segundos talvez seja o que realmente eu mereça e nada mais.

Graciele Gessner


[....]

Pareço não ter nada e tenho tudo: PÃO e AMOR!

José Manuel Brazão

1 comentário:

Ana Bailune disse...

Belo... mas as pessoas tem seus momentos, e eles se transformam!