Outros Blogs do meu grupo:

terça-feira, 31 de maio de 2011

Meu amor te peço, não chore!


Quando penso
e penso em ti,
vem a lágrima,
lágrima teimosa,
por seres generosa,
uma pedra preciosa
a decorar o meu coração!

Quando penso
e penso em ti,
vem o sonho duma paixão,
sonhada, mas por viver!

Quando penso
e penso em ti,
vem a lágrima,
lágrima teimosa,
por ver
não estares ao pé de mim!

Apenas sonho
e vem a lágrima…

José Manuel Brazão




[....]

Amor não chore, são tão puras tuas lágrimas...
Teus lindos olhos que para mim não dormem;
transparentes janelas de tua alma.

Meu amor te peço não chore, daqui ouço teu pranto!
Sabes bem que o amor por ti não morre,
entreguei meu coração ao teu encanto...

Amor abre lindo teu sorriso, veste brilho em tua face!
Devolvo a ti aquela alegria, a paz que outrora perdia;
amo-te com toda verdade, além de nossa vida!

Anna Carvalho

Open in new window


Anna querida
O meu ano de 2011 está repleto de alegrias, emoções e um amor constante, sólido e muito convicto por te ter conhecido como Mulher e Poeta!
Não consigo separar uma de outra na minha Vida e na Poesia; ambas completam-me!

Esta dupla de poemas tem um significado especial , porque o meu poema “Lágrima” com vários anos de criação e sendo muito singelo é um símbolo da minha carreira; há dias com a tua determinação de Poeta – já criámos várias duplas assim - em resposta a ele criaste um poema lindíssimo, mesmo  encantador e de rara beleza “Amor não chore”  e assim nasceu este momento poético “Meu amor te peço, não chore!” , que ficará em nossos corações e esperemos no de quem nos leia!
Beijo grande

Meu amor te peço, não chore! - Poemas de amor - Poemas e Frases - Luso-Poemas

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Apenas uma saudade...


No rádio tocava a nossa música...Parei, fechei os olhos e voei...
Contagiada pelo som orquestral revivi momentos de amor,
Como se o passado vestisse meu corpo,
como se a música trouxesse você de volta...

Com a ponta dos dedos toquei minha face, senti teu toque,
imaginei teu corpo, teus beijos, teu cheiro que vinha de meus sonhos...
Aqueci o coração ao som das notas mais lindas que um dia me dedicou,
de meus olhos lágrimas caem, as mais sinceras que havia em mim...

Ao final daquela bela melodia, fui abrindo os olhos devagar...
Juro; tinha a esperança de vê-lo em minha frente, em abraçá-lo,
em entregar esse amor que é teu e vive aqui dentro de mim!
Mas não, você não estava ali; continuo só dentro e fora de mim...
Apenas uma saudade...Só me resta essa fria saudade...

Anna Carvalho



Jardim vazio


Você tinha um enorme jardim que lhe dei,
não se importou com esse jardim com vários,
tipos de flores,voce mesmo semeou estas sementes,
so que você nao soube tratá-las,como devia ,rega-las,
sempre,derrepentemente,voce arrancou todas as flores,

desse lindo jardim, passou  por cima de todas,
sem se quer deixar uma so flor de pé,nao sei que tipo de semeador voce e semeia e destroi
au mesmo tempo,nem  uma petala deixou, pena! que pena!
nao conhece o verdadeiro amor,tudo tinha,e nao soube rega-la cada bouquete,
a cada dia ,sem neum sentimento,arrancou todas,voce que tinha um jardim ,
com varias flores para colher um bouquete, a cada dia ,voce esqueceu,

que esse jardim  florido cheio de flores ,e nao deu a maior emportancia ,
foi procurar outro lugar para semear,  mas a terra que voce achou,
voce semeou, mais nao deu uma so flor porque a semente so germina no lugar fértil ,
onde aja amor,carinho ,onde voce procurou nao tinha nada disso,agora voce quer voltar,
para seu jardim anterior,ja nao ixiste mais ,voce proprio acabou com todo o jardim ,
arrancou ate a raiz, voce nao deixou para nao ter uma nova semente,
era seu jardim e você a esmagou. 

Sebastiana Sodré Trugilho
em participação especial

Renúncia


Renunciei...
Teus sorrisos
Teu olhar
Teu coração
Tuas palavras
Que não eram para mim

Renunciei...
Meu amor
Aquele sentimento 
Aquele sonho 
Aquele beijo
Aquele abraço
 Que tanto sonhei

Renunciei...
Algumas palavras que não queria ouvir
Talvez uma alegria que não queria ver
Uma felicidade que não estava em mim
Nem para mim

Renunciei...
Uma pele que desejava
Um rosto que amava
Um coração onde me refugiava

Renunciei...
Lágrimas que tinham teu sorriso
Dores que tinham tua alegria
Vozes que tinham teu canto
Lua iluminada pelo teu Sol

Renunciei...
A mim mesma
Minh'alma apaixonada
Em busca de um novo começo
Uma nova miragem
Um espelho 
Em que eu podia me ver
Me identificar
Um sorriso que seria para mim
Por mim...

*Simone*

Tu sabes como amar!

Ontem
quando te vi,
percebi
seres a mulher
com que sonho!

Hoje
nada te peço,
mas és carinhosa
quando preciso,
confortas-me
quando sentes
as minhas palavras,
mais frágeis.
Lembras-te de mim
e dizes-me:
era bom estares aqui
no ninho onde pouso
e aguardo...!

Amanhã
mais unidos seremos,
firmes caminharemos
e tu sabes como amar!

José Manuel Brazão





Open in new window


Magia em seu olhar


Parecia um sonho,
Instantes de paralização.
Os seus olhos me devoraram
Meu corpo teve a sua investigação.


O brilho em seu olhar
Manifestou o seu encantamento.
Seus olhos azuis me deslumbraram,
Simples magia do nosso momento.


Revelou-se... Apaixonou-se!
Não era necessário explicação,
Tudo está visível ao coração...

Graciele Gessner




[....]


Admiro o teu olhar.
fixo os meus olhos
nos teus…
pensas na vida.
nos sonhos que te invadem,
nas ilusões que tiveste,
nos dramas que esqueceste.

Os teus olhos
procuram os meus gestos,
a minha alegria de viver,
os meus mimos …

Sorris
e os lábios mexem,
com palavras de encanto,
tornando-os sensuais,
desejados
por um amor como o meu!

José Manuel Brazão


domingo, 29 de maio de 2011

Meu corpo te chama... - Poemas de amor - Poemas e Frases - Luso-Poemas

Meu corpo te chama... - Poemas de amor - Poemas e Frases - Luso-Poemas

Invenções 3


Leve aragem rotineira em noites escuras, maior ainda que o profundo silêncio, mãos vazias, sem a alma que longe se vai, onde anda solidão. Quanto mais me distancio e em meu leito aninho-me, ainda o suspense irracional. Forte e denso seu cheiro, embreagando sentidos, atingindo o corpo  me alcança em vão, névoa de  lembranças, distantes sempre-presentes. E no desejo em caminhar só, desviando passos, em sonhos novamente acabo em braços seus. Pois o que será tu além de dono meu, nesse desenfreado emaranhado de sentimentos onde o céu azul vem diluir-se em nuvens chuvosas? Onde ando eu, que ao encontrar-te perco-me de mim e habito o corpo teu? Não me deixes sem rumo amor meu, ao menos vez em quando finja que a força do que sentes ainda engana a mente e então, docemente, entrega-te a mim.


Luciana Silveira

Eu no teu coração!

Hoje chorei,
nem sei bem ao certo o porque
talvez apenas saudade...

Saudade duma metade
que me envaidece

Saudade de um beijo ainda sem sabor
saudade louca do teu amor...

Vontade de recostar minha cabeça no teu peito
só pra me ouvir em teu coração
Vontade de me entregar sem medo à essa paixão

Que toda distância seja nenhuma
quando os corações batem pelo mesmo querer!

Anna Carvalho

sábado, 28 de maio de 2011

Recordando: * Português com gosto Brasileiro! * - Poemas de dedicatória - Poemas e Frases - Luso-Poemas


Recordando: * Português com gosto Brasileiro! * - Poemas de dedicatória - Poemas e Frases - Luso-Poemas

Meu corpo te chama...


Tu és o homem que cala meu desejo,
e minha boca pede teu beijo
Meu corpo chama o teu em silêncio,
Poeta das flores que rega minha terra

Cobre minha nudez com pétalas,
Serena tua vida dentro da minha,
Pulsa em desejo teu prazer sem fim,
Goteja tua saudade dentro de mim

Ama o corpo e alma de quem te ama,
Faz do jardim imenso, nossa cama
Aos teus olhos, meu desejo lúcido,
Dentro de teu ser há marcas de mim.
Amo-te enfim...

Anna Carvalho


[....]

Teu corpo
lindo, esbelto,
deixa
por onde passas,
um rasto de sol,
um perfume,
um desejo…
Sigo-te
com o olhar
e fico a pensar:
Beleza
do teu corpo,
não nego!

José Manuel Brazão

Ser interessante


Desde sempre
te achei interessante.

A tua beleza
está na sedução,
na simpatia,
na serenidade,
no brilho do teu coração.

O meu
fica palpitante,
muito palpitante,
quando me dizes:
para me cuidar…

José Manuel Brazão


Zé,
Sabe o que fascina em teus poemas?
A naturalidade que com que o amor é "colocado" em cada linha, sem rimas forçadas, sem parecer uma coisa que não é sentida.
Aos que sabem ler e interpretar um poema de amor, ou de esperança, ou seja qual for a mensagem que queira passar, pode-se perceber que seus versos são o espelho da tua alma de poeta.
Te admiro tanto!
Beijos com amor,
Anna 

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Alimenta Corações - Anna Carvalho



A mor nos teus olhos
N o teu coração flores
N a tua alma luz
A mas com a tua poesia

C antas e encantas corações
A mizade verdadeira
R aiando na tua vida
V oz de alma certeira
A limentas corações
L ágrimas de paixões
H averá festa permanente
O nde?Na tua vida certamente

27-5-2011---Naty Esteves

Mesmo que a dor doia
A tristeza apareça
Alguém te aborreça
Deus do Alto te apoia!

27-5-2011---Naty Esteves


em participação especial
neste Blog.

Nosso amanhecer - Poemas de amor - Poemas e Frases - Luso-Poemas


Nosso amanhecer - Poemas de amor - Poemas e Frases - Luso-Poemas

Versos tristes



Amo-te como sou, porquê ser diferente?
Se não te amasse como sou, não seria eu...
Ama-me sem tentares que seja outra e sente
que todo o amor que tenho para dar... é teu!


Não deixes que morra em pedaços
a longa viagem que fiz até ti... até nós!
Deixa-me adormecer eternamente nos teus braços,
não me deixes retornar a mim... não nos deixes sós.


Não me faças sentir cruel e fria!
São como vendavais... nem sabes quanto,
que me enlaçam em cadeias de agonia,
as palavras dos teus lábios que te fazem parecer santo.


Serei eu erva daninha de rebento violento
ou será um estranho impulso pelo desejo,
uma estranha luta entre a razão e o sentimento
quando tão inquieta te procuro e não te vejo.


Destino estranho o desta noite fria,
onde a minha alma no silêncio se aninha
e se debate em versos com tão pouca alegria
ao serem escritos por uma tristeza... que é minha!


Fernanda Rocha Mesquita

Caminhamos sempre juntos


Tivemos
lições de vida,
amor distante,
mas sempre próximo:
tu aqui
e eu aí!

 Sentimo-nos!

 Viste Luz,
eu serenidade
e caminhamos unidos!

Em missões diferentes,
mas sempre,
sempre juntos,
nos afectos,
nos carinhos
e nas saudades!

Momentos vividos
e não esquecidos,
que constroem
laços de amor!

José Manuel Brazão



[...]



Seguindo em frente,
Levantando, erguendo-se.

O obstáculo está em todo lugar,
Tudo depende onde queremos estar.

Seguindo em frente,
Decidindo, escolhendo...
Não há retorno ao que se deu.
Tudo fica para trás, leve apenas o que é seu.

Seguindo em frente,
Pelas ruas tortuosas, invadidas.
Nesta vida tudo nos faz rir ou chorar.
Nada é perfeito, até mesmo o ato de amar.

Seguindo em frente,
Carregando, sufocando, aguentando.
Quantas lágrimas já molharam o chão?
Quanta tristeza pode sentir um coração?

Seguindo em frente,
Seus olhos são os indicadores.
Tudo se neutraliza, até as dores...

 Seguindo em frente!

Graciele Gessner



Olhos tristes


Tristes e chorosos estão os meus olhos,
Que já nem em mim vêm o infeliz reflexo,
Outrora feliz, irradiava perplexo,
O brilho do sol com um simples olhar,
Que eram para ti (Vós) te amar.

Tristes e chorosos estão os meus olhos,
Que nada temem, nada querem recear,
A mágoa profunda que insiste em ficar,
Trilho caminhos que em tempos desviei,
Que agora percorro, para os quais voltei…

Tristes e chorosos estão os meus olhos,
E por nada querem vir a secar,
Por dentro a alma que fica a sangrar,
Este sofrimento, tormento que não me quer largar,
Que continua, o meu corpo, coração… A abraçar!

Tristes e chorosos ainda estão os meus olhos,
E a noite com eles quer pernoitar,
Mas o mundo, não gira! Não há meio de acordar!
Que venha a luz do dia, é com ela que quero estar,
E a ti, meu amigo eu quero Amar…

Pois no Amor eu me irei consolar,
Seja ele qual for…
Basta me aceitar!

GHOST
em participação especial

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Momentos de Luz! - Poemas de amor - Poemas e Frases - Luso-Poemas

Momentos de Luz! - Poemas de amor - Poemas e Frases - Luso-Poemas

Anna Carvalho: Ser Mulher e Poeta - Homenagens - Poemas e Frases - Luso-Poemas



Anna Carvalho: Ser Mulher e Poeta - Homenagens - Poemas e Frases - Luso-Poemas

Rendo-me


Das águas que correm em mim,
nas naturezas que abrigo no peito,
das luas e estrelas que trago nos olhos;
tudo de mim te ofereço...

Entrego a ti meus doces beijos,
a maciez de minha pele;
todos os meus segredos...
E o que mais desejares...

Rendo-me a ti por inteiro;
vista-se de meu corpo,
beba de minhas águas...
Em meus olhos descubra as estrelas;
em meu corpo abrigue tua alma...

Anna Carvalho




quarta-feira, 25 de maio de 2011

Chama do amor - Poemas de amor - Poemas e Frases - Luso-Poemas



Chama do amor - Poemas de amor - Poemas e Frases - Luso-Poemas

Amor em ti...


Sou tua cúmplice, tua amante,
tua menina e tua mulher

Sou aquela por ti escolhida
para ser sentida em vida,
entregue de corpo e alma
ao verdadeiro amor sem limites

Tem em mim o desejo que não resistes,
que cativa tua pele, apetece tua boca
tenho em ti o meu remanso, meu abrigo
paz sublime que encontro contigo,
em teu olhar o amor que preciso

Somos eternos enamorados,
enlaçados em palavras
que tanto nos une,
enquanto o mar nos separa...

Anna Carvalho


[....]

Olho para o mar,
perco o horizonte!

Mar imenso
que nos distancia,
mas não nos afasta!

Nosso amor
conhece o mar,
navega nele
todos os dias
da nossa vida!

Não haverá
naufrágio
e chegará a bonança,
as águas acalmarão,
e o meu coração,
liberto da tempestade,
esperará com esperança,
o dia
em que o mar imenso
nos aproximará,
para sempre,
para sempre, meu amor!

José Manuel Brazão


Nosso templo do Amor! - Poemas de amor - Poemas e Frases - Luso-Poemas



Nosso templo do Amor! - Poemas de amor - Poemas e Frases - Luso-Poemas

Amor, não chore!

Amor não chore, são tão puras tuas lágrimas...
Teus lindos olhos que para mim não dormem;
trasparentes janelas de tua alma.

Meu amor te peço não chore, daqui ouço teu pranto!
Sabes bem que o amor por ti não morre,
entreguei meu coração ao teu encanto...

Amor abre lindo teu sorriso, veste brilho em tua face!
Devolvo a ti aquela alegria, a paz que outrora perdia;
amo-te com toda verdade, além de nossa vida!

Anna Carvalho