Outros Blogs do meu grupo:

sábado, 12 de janeiro de 2013

Um desejo confuso


Ao anoitecer, as vozes da saudade sussurram,
Vem do vento, sustentando o voo dos pássaros.
Durante uma temporada de inverno,
Decidi explorá-lo mais de perto.

É setembro, é segundo domingo do mês,
Uma rosa silvestre mostrou-se exuberante!
Assim que o lago fica mais quente,
A floração é frequente.

Descobri que há um pequeno bosque
E viajo pelos meus pensamentos, imaginando.
Quando estipulado o tempo que resta,
Torço que seja uma corrida de tartaruga.

É um desejo confuso, obscuro.
O sonho desta deliciosa fantasia
Quero que se torne realidade;
Duas almas tornem-se apenas uma.

Graciele Gessner.

1 comentário:

Sueli Rodrigues disse...

Emocionante....
Parabéns Grazi...
Su