Outros Blogs do meu grupo:

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Contigo aprendi a sonhar


Vislumbro a noite
a dormir no teu silêncio
no rosto sereno
deixo acomodar-se a insónia
nas faces mudas
que contigo aprendi a sonhar...

Palmilhar os prados da noite
onde as mãos se unem
na forma leve da fala cantada
em serenatas tão nossas...

Entrego o olhar pela janela
a lua a descer vigorosamente
o sol a dissipar os vidros
iluminam o teu corpo tranquilo...

Depois da noite
dormir no silêncio
encosto os lábios ao teu cabelo sedoso
durmo a tua voraz tranquilidade
que dizes ser - o meu cariz
contagiado em ti!

Ana Coelho

Sem comentários: