Outros Blogs do meu grupo:

sábado, 19 de janeiro de 2013

Alenquer


Venham poetas
ver a minha terra
vislumbrem o seu cariz natural
o aroma fundamental
das colinas a dançarem
nas margens do rio...

Olha terra minha
para os poetas
descendência involuntária
de Camões
que por aqui passou
inspirou versos dos Lusíadas...

Chama a ti a cultura
acolhe no teu seio
as poesias de aquém e além fronteiras
para despertar os filhos da terra
a infinda beleza da literatura
que os dias de hoje escrevem
e ficará para lá do efémero...

Venham todos à minha terra
façam dela uma realidade na quimera
respirem o presépio eterno
nela plural estado antes da Primavera...

Terra minha
beija a inspiração dos poetas
com a tua alma de paixão
aberta na ilusão
de realizar a união aqui e além
toda a criatividade de uma humanidade
que das palavras faz a diversidade
na fonte da fantasia ...

Ana Coelho

Sem comentários: