Outros Blogs do meu grupo:

sábado, 30 de abril de 2011

VIDA REAL - SONHO DE UMA BAILARINA


Meu sonho quando menina era ser uma grande bailarina. Passou o tempo,e esse tempo sonho, nao foi realizado. Então fecho meus olhos e me vejo dançando com as pontas dos pés o sonho que não aconteceu.
Mesmo assim comecei no meu sonho de menina ,fiz da minha vida uma grande dança de baile. Cresci, fiquei adolescente e continuei minha dança. Comecei trabalhar para ajudar minha mãe, pois tudo que ganhava eu dava para ela .
DANCEI sim, meu baile, lavando e passando roupas ,até mesmo esfregando chão,e mesmo assim eu dançava o meu baile dentro dos meus sonhos. Meus sonhos foram passando a cada dia mais longe mais dentro de mim, da minha alma a cada dia e eu pensava... e o tempo foi se passando e de menina passei a ser mulher e meus sonhos ainda não acabavam. Queria ser uma grande bailarina, é, às vezes somos crianças e queremos ser gente grande, mas como criança podemos viver nossos sonhos.
Um dia eu me vi em frente de um espelho. Era eu uma jovem muito alegre e vi minha realidade. Não vou ser, bailarina do palco, vou ser bailarina do meu lar, casei-me e tive uma linda menina. E quando eu a balançava nos meus braços, ali eu dançava o meu baile. Logo veio outro lindo bebê,meu filho que da mesma forma,foi meu sonho... dançava,com ele nos braços sonhando, sempre dançando, de mãe que aquece em seus braços firme como uma bailarina no palco e no decorrer do tempo eu dancei,muitas vezes minha dança de baile. Os meus mestres de dança, de baile, foram eles.
Não fui uma grande bailarina no palco mas tenho certeza que fui no coraçao dos meus filhos .DANCEI muitas Vezes e continuo dançando. Transformei o meu grande palco e eu sou feliz porque ainda sempre serei, uma grande bailarina no palco no coração de quem tanto amo. MEUS FILHOS!!!
 Sebastiana Sodre Trugilho

Sebastiana...

É de emocionar esse seu texto amiga. Li e reli e dei uma acertadinha nele porque ele é um exemplo. Conta uma história de vida, de amor, de paixão e de entrega.
Mostra o que é ser mãe e o que significa abdicação concedida em prol do bem maior que temos na vida...os filhos.
Que esse seu texto seja lido e que as pessoas façam uma reflexão sobre o que é entrega e humildade e, acima de tudo, fé e vontade de viver, porque transformar os sonhos em outro sonho e se sentir feliz é prerrogativa de poucos.
As pessoas muitas vezes reclamam da vida, do dia a dia, de tudo o que as envolvem... sem saber que a alegria está dentro de cada um de nós.
Obrigado por deixar essa lição para todos nessa Casa minha amiga... curvo-me ao seu exemplo maior.

Abraços* de coração!

Renato Baptista
-Administrador do site
CASA DA POESIA


Nesta minha longa carreira emocionei-me demais com o seu texto e o comentário do Renato. GRANDE EXEMPLO DE VIDA que é a Sebastiana!

Assim querida Amiga permita-me ter a honra de a publicar no meu Blog central conjuntamente com o comentário de Renato Baptista!
Beijo com muito carinho
do ZÉ
José Manuel Brazão





Esse teu amor!


Como sofres,
por esse amor…!

Um dia radioso,
como mereces,
ou um dia
para continuar a esperança,
de um amor ainda para viver,
mas para ser ardente,
caloroso, vibrante,
de braços abertos,
sorrindo
como grande amante
do teu destino,
na busca desse amor
eu estou aqui
te esperando!

José Manuel Brazão

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Além do olhar...


Olhe nos meus olhos, diga o que vê?
Se disser que vês a menina-íris, te direi:
-Pouco vê!
Então te pedirei que olhe além das cores,
por cima do globo, além pupila...
Então te pergunto; o que vê?

Se ainda nada vires, revelarei o segredo;
tenho vida e sonhos dentro do peito...
Há por dentro da casca a poeta mulher
que exala em flor as letras sonhadas,
no fundo de mim há as marcas da vida,
as dores sentidas, as lágrimas contidas

Quando olhar em olhares, olhe além...
Verá que a menina-íris é enfeite ao deleite,
detrás das pupilas há histórias vividas,
há o passado no silêncio do olhar.
Aprenderá que a idade do corpo
é de acordo com as chagas da alma...

São os meus as janelas abertas da alma,
há resto de sonhos guardados além das cores,
que vibram fazendo letras, colorindo dores
Tanto falam os olhos sem dizer...
Agora te peço: Olhe além de meus olhos...
Aquela menina, ainda consegues ver?

Anna Carvalho


Queremos...


Delicadamente abro-me
Sinto o gosto de teus beijos,
o leve invadir de teus dedos
Do gotejar de teu prazer
no pulsar de tua vida dentro da minha

Descobre minha carne
Toca minha pele
Suga minha alma
Alimenta-te de meu ventre
Sacia-te em mim

na ardência louca da paixão
Em ritmo compassado
o ápice de corpos em uníssono
Latentes, extasiados...ávidos
Gozantes...

Anna Carvalho


[....]

Sonhei com um lugar
somente nosso,
onde vivessemos
olhos nos olhos
os silencios
dos nossos pensamentos.

Uma distância que nos separa,
uma vontade que nos aproxima,
um desejo que nos une!

Cada dia que passa
existe ansiedade neste viver
em que sabes
que o meu coração é teu.

E junto de ti
apenas desejo,
que o meu sorriso final
seja em teu braços ficar!

José Manuel Brazão

Poema oração


A todos os ventos eu peço coragem.
A cada estrela e estrada,
Ao mar que não morre nunca...
Eu peço coragem.
E ao sol e à lua,
E a todo o firmamento.
A cada pássaro,
A cada pedra.
A cada bicho da terra e do ar.
Peço coragem a tudo o que vive agora,
E ainda viverá.
Coragem para cavalgar os dias
Navegar nas horas,
E a cada minuto e segundo...    Sonhar.

Ceiça Sousa
em participação especial

Felicidade


Sempre ouvimos falar que a felicidade não tem preço. Há pessoas que dizem, sem muita reflexão, que faria qualquer coisa para ser feliz. Mas, na verdade há limites. 

As pessoas querem ser felizes, mas não estão dispostos a pagar um preço. Eles querem ser livres. 

Mas felicidade tem um preço: a renúncia. Ela não recebe o que queremos, sem ter que desistir completamente de uma ou várias coisas. Quando você abre mão e teme em recebê-la, é um ato covarde. E é isso que impede as pessoas de serem felizes, porque é uma palavra que quase ninguém gosta de abandonar. 

Tente pensar em abandonar a sua vida com tudo o que construiu, mas que não lhe dá satisfação, vai correr o mundo atrás daquilo que o seu coração mais deseja. Você não quer! Não, porque falta a coragem de entregar a sua vida, o verdadeiro e grande amor exige, o se doar. 
Há muitos que estão enganados quando pensam que querem felicidade. Para alguns, é suficiente ter uma segurança. Não, realmente não gostaria, porque eles não se sentem absolutamente satisfeitos. Haverá sempre um vazio. Eu não sei o quê, mas sempre sentem que alguma coisa está faltando. Existe apenas uma felicidade para preencher uma alma e dar plenitude à vida. Esperam manterem-se vivas. 

Há aqueles que se agarra a ela e vão atrás de seus sonhos, a qualquer custo. Eles são muitas vezes desapontados, mas não desistem. Eles sabem que o que têm experimentado é suficiente. Eles viveram outros, mas por eles! 

Outros preferem manter-se na opinião pública. Falta-lhes a coragem para montar na parte da frente do palco da vida. A felicidade existe, mas é uma utopia, não é para eles. O preço da felicidade é demasiado elevado, demasiado arriscado. 

Mas, quem sabe não é o encanto da vida? O fato de que somos todos diferentes e que são de diferentes maneiras? Existem aqueles que querem ser estrelas, os outros são felizes vivendo seus brilhos. E no final, o importante é ser feliz com o que temos sempre o que somos. 

Quem não deseja liberar alguma coisa para ser feliz no caminho que escolheu. Plenamente!


Rosangela Colares

quinta-feira, 28 de abril de 2011

Eterno em mim! - Poemas - Poemas e Frases - Luso-Poemas

Eterno em mim! - Poemas - Poemas e Frases - Luso-Poemas

Tudo de mim


Tens tudo de mim!
Corpo aberto, nu in-verso,
da mulher em mim
tens a vida que me corre,
a ousadia que te engole

Sim, tens tudo de mim...
o toque da pele em frenesi
a tara crua, descarada e nua,
por inteira em corpo sempre tua
mulher que explode em tuas mãos

Tens de mim tudo que queres;
a menina que te encanta,
a mulher que te enlouquece...
Sou a paz e loucura da tua alma,
sou o desejo que tira tua calma...

Anna Carvalho


Amigos são anjos!


É imensurável o valor de uma amizade sincera e verdadeira que transcende a compreensão humana.


Um verdadeiro amigo nunca é mordaz não fala por entrelinhas,te olha nos olhos e lança a verdade na tua face e se doer ele te oferece os ombros para chorar.

A vida é constituída de raros momentos agradáveis e sermos totalmente felizes no mundo em que vivemos é um desafio. Quando vem a tormenta e apagam-se as luzes fecham-se as portas,feliz é aquele que consegue encontrar um amigo.


Sem pedir recompensas ele vem com vestes brancas com sorriso nos lábios e ainda com uma flor na mão ele nos põe embaixo de sua asa e voando , nos leva para ver o pôr-do-sol onde reina a paz e cantam os anjos.


Errar todos nós erramos, perdoar é conquistar amigos. Nesse chão que pisamos ninguém vive sozinho e viverá mais e melhor quem viver em um mundo onde todos sejam amigos.

O homem obteve espantosos avanços tecnológicos e científicos, entretanto em uma Terra tão imensa não é capaz de alimentar seu povo e fazer dela um lugar onde prevaleça a amizade.

Há mais de dois mil anos caminhou por entre oliveiras o homem mais pobre e mais rico que já existiu e nos fez um pedido: - Amem uns aos outros como a ti mesmo.

Essa frase todos nós sabemos.

Atendemos ao pedido?


Neusa




Neusa
Deslumbraste-me com este texto.

Revelas aqui uma Mulher a admirar e respeitar!

Beijo do ZÉ

Open in new window

Doces palavras (entrega)



Quando te leio,
tuas palavras
escorrem doçura!

Mulher bela
de sorriso natural,
ternura,
dás à tua beleza
o que vai na tua alma!

Olhas-me e serenas
apenas com o meu olhar!

É apenas o olhar,
porque meu coração
é um coração sofrido!

Aguenta
com as tuas doces palavras 
e a ti me entrego...

José Manuel Brazão

"A intensidade está em cada palavra dita ou sentida, a beleza está em cada olhar que procura e encontra o belo em variadas formas e cores, está no coração daquele que se permite ser, de ir, de sentir e de somar com outro coração a alegria e a magia da entrega."

Maribel 


Que o amor se cante em cada palavra
que nunca se cale a beleza da mulher
que nos refaçamos em cada alvorada
que sejamos capazes de merecer o amor!

Beijo, Zé.
Vóny Ferreira




Amados amantes



Era noite de encanto, lua dos amantes alta no céu,
escuro breu salpicado de cintilantes estrelas nuas
havia silêncio no ar e nos olhos enamorados,
a pele ardia crua em brasa, vertia doce desejo
os lábios em formato de beijo desmanchavam-se
em salivas e estalos de bocas famintas

Era noite mágica para o encontro de corpos em libido,
a brisa das árvores misturavam-se ao perfume da fêmea.
Corpos nus enamorando-se na relva dos campos,
tendo o céu como espelho e teto, a lua por testemunha...
É o gemido de prazer a música que embala a noite,
dançantes gotas de orvalho nas costas do macho excitado

É cheia noite de estrelas, cravejados brilhantes no céu!
O silêncio nos olhos amantes é quebrado pelo ápice,
fez-se gemido abafado nos lábios do homem amado...
Corpos nus ao relento, suados, orvalhados e satisfeitos
calam-se os gemidos em longo beijo trêmulo e ofegante,
Vagam nos ares do campo, o instinto amante a suspirar...

Anna Carvalho


Amor sem limites - Poemas - Poemas e Frases - Luso-Poemas

Amor sem limites - Poemas - Poemas e Frases - Luso-Poemas

quarta-feira, 27 de abril de 2011

A loucura da palavra

Sabes amigo
hoje escrevo-te
para te dizer
que a palavra morreu,
sucumbiu nas ameias
da garganta
pálida na respiração
que a língua não lhe deu!

Agora já nem os olhos
choram
as moradas onde ela
se vai dilacerar…

E no fim da vida
a sua única despedida
foi a virgula esquecida
entre duas sonantes palavras.

Ah! É verdade
não era uma virgula só
trazia consigo um ponto
um ponto congénere
com o ponto final,
mas era apenas
uma alegoria à virgula marota
que teima em parar a respiração!

E agora que a palavra morreu
e jaz numa lápide fresca
nos escombros do sol,
o poeta pode fechar a gaveta
arrumar a caneta
e da folha de papel
fazer uma caravela
deita-la no rio
a deslizar ao encontro
do imensurável mar…

E tu amigo
podes enfim navegar sem parar!

Ana Coelho

Sou a alma dos poetas...sou amor



Sou teu coração em chamas
Sou o punhal que te atinge
Sou a flor que tanto amas
Sou a dor que te aflige...

Sou teu céu sou o luar
Sou a terra sou teu ar
Sou o vento sou o mar
Sou tudo que podes amar...

Sou teu sonho de grandeza
Sou tua derrota sem glória
Sou teu choro sem limites
Sou teu grito de vitória...

Sou o derradeiro adeus
Sou a saudade infinita
Sou a luz dos olhos teus
Sou sombra sou desdita...

Sou a tua felicidade
Sou teu desejo teu clamor
Sou sempre a tua verdade
Sou sinceridade sou amor...

Sou tudo que puderes pensar
Sou a musa sou inspiração
Sou a alma dos poetas
Sou fonte sou imaginação...


ALICE LUCONI NASSIF




Não há razão


Cresce o futuro cego da vida.

Não há razão
que aguente a lástima dos dias.
Não há razão
que aguente olhar o sol e não o sentir.
Brincas com um sorriso nos lábios
enquanto o mundo abre um fosso
no teu caminho.

Não há razão para ter esperança.

Apalpamos as horas
como quem apalpa as paredes de um corredor
às escuras
com receio que passem,
com medo que parem.
Já nem sabemos o melhor caminho.

Não há razão para acreditar no voo.

Que pare o tempo para podermos pensar!
Que pare o sentido da vida,
para podermos nos voltar a orientar.
Não há razão que aguente uma palavra sem sentido.

Não há mundo que aguente um poema morto,
nem poetas sem asas.

Vanda Paz

Juro!



Terei que juras pelos céus
ou conseguirá ler meu olhar?
Está na pele do corpo,
marcado no fundo do peito,
além das palavras e erros...

Não me faça jurar o sentir,
pois sinto o que está em ti...
É teu amor cada parte de mim,
fecundado no ventre da alma
acolhido na vida com calma

Se além dos olhos há o segredo,
procure-o desvendar sem medo...
terá que entender além do silêncio,
sentir os gestos mesmo pequenos...
Como poderia provar um sentimento?

Mas se o olhar não convencer,
a pele não comprovar...
o corpo não denunciar;
Juro... 
E que a jura vinda da boca
faça sentir o que há na alma;
o meu grande amor...


Anna Carvalho

Tens tudo para ser feliz!


Páras o olhar
nesse horizonte
em pôr do sol!

Meditas
nos teus sentires,
desejos, sonhos lindos
em tons de verde,
de desejada esperança!

Tens o Sol a sorrir,
a Lua contemplar,
um filho que te ama,
um companheiro
que é  o teu véu
o teu abrigo,
porto dos teus sonhos
e das realidades,
que serenaram a tua Vida!

Tens tudo para ser feliz
e assim será!

José Manuel Brazão

Verdadeiro e eterno amor


Queria expressar em versos a força do verdadeiro amor,
Teria que haver palavra que coubesse vida, tempo e intensidade...
Gostaria de ter nas mãos o dom de fazer sentir a quem lê de mim,
permitir provar da grandeza do que me envolve, acalma e completa.

Quanta magia há no verdadeiro amor de almas,
é refúgio e caminho, calmaria e imensidão.
Que resiste ao tempo, à distância, ao silêncio...
Amor sem idade, pois as almas não envelhecem
nem mesmo adormecem, apenas aquietam-se no sentir

Respiro, inspiro e transpiro esse puro amor...
São duas vidas que se cruzam predestinadas ao eterno
onde cada segundo é hora para aproveitar desse sentir,
que há em vida o intenso toque de corpos sem haver

Por arte do destino; SOMOS e não mais sou,
o amor vive em mim, é parte do que me completa,
cura-me as feridas passadas, serena minh'alma em profundo.
Encontrei nas estradas da vida um caminho seguro!

Desde então adormeço e amanheço envolta em sonhos,
tenho nos olhos o silêncio acolhedor da paz sublime
na boca o gosto de nossa vida em constante mistura,
na pele trago invisíveis marcas das emoções mais puras

Já nem me quero fazer entender, apenas o sentir basta!
As entrelinhas do amor vão além do entendimento,
os porquês da vida além da razão - se houver alguma -
o sentir além do existir, além do tocar, além do viver

Pudera caber só numa vida todo esse amor sem limites,
mas creio no eterno e assim, como a vida, o amor será
levado em nós, e mesmo que haja um mar de desencontros,
em algum lugar, em alguma vida, renasceremos...um para o outro!
Pois havendo o destino em união de almas, o amor será ETERNO...

Assim Seja!

Anna Carvalho