Outros Blogs do meu grupo:

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Juro!



Terei que juras pelos céus
ou conseguirá ler meu olhar?
Está na pele do corpo,
marcado no fundo do peito,
além das palavras e erros...

Não me faça jurar o sentir,
pois sinto o que está em ti...
É teu amor cada parte de mim,
fecundado no ventre da alma
acolhido na vida com calma

Se além dos olhos há o segredo,
procure-o desvendar sem medo...
terá que entender além do silêncio,
sentir os gestos mesmo pequenos...
Como poderia provar um sentimento?

Mas se o olhar não convencer,
a pele não comprovar...
o corpo não denunciar;
Juro... 
E que a jura vinda da boca
faça sentir o que há na alma;
o meu grande amor...


Anna Carvalho

Sem comentários: