Outros Blogs do meu grupo:

segunda-feira, 14 de maio de 2012

Flores de sonhos


Um amor em pleno fascínio,
que nos levava a um jardim,
jardim muito nosso,
erámos donos dele e do tempo,
por lá vagueávamos,
idealizávamos um amor perfeito,
um futuro promissor!
Deitávamo-nos no chão,
olhávamos o céu
e nele víamos flores de sonhos.

Tudo era belo diante dos olhos,
que nossas almas alimentavam
e a Vida era diferente!

Voámos sem asas
como se fossem momentos únicos!

Um dia “acordámos” em plena utopia
e encarámos com coragem,
que este nosso  amor em viagem
chegara ao fim no ponto do jardim
em que víamos o céu com as flores de sonhos!
Pela última vez as vimos
e com lágrimas nos beijámos neste amor inabado!
... um dia nos reencontraremos neste Universo,
que desejamos de Amor, muito Amor!

José Manuel Brazão


http://www.youtube.com/watch?v=USBiL9m4Z3c&feature=related



- rapaz, eu vou dizer uma coisa Mano, acredito piamente que no ventre de tua bela mãe, tu já fazia versos; porque com tanta mestria e incessantes inspirações, o sobrenatural te rege desde tua vida intraulterina: "Um dia acordo-me em plena utopia" estes versos mostra a dimensão do poeta que em ti clama e reina soberanamente, a fazer dos vocábulos algo mais que o essencial. Mário Bróis.

Sem comentários: