Outros Blogs do meu grupo:

quinta-feira, 21 de março de 2013

Noite


Apenas um murmúrio na noite
Um abraço perdido em algum canto
Um orvalho envelhecido escorrendo frio,
por toda a flor

Apenas para que a noite não acabe num grito
A canção sufocando o soluço...roucamente
E depois... o silêncio...


Já adormeceram os pássaros
Recolheram suas asas e com elas seus sonhos
A noite está cega sem lua
E as estrelas apagaram o que lhes foi escrito

A noite é vazio... um labirinto... um abismo...

regina ragazzi

1 comentário:

Ana Bailune disse...

Bom dia, José. Um belo poema de Regina!