Outros Blogs do meu grupo:

domingo, 16 de fevereiro de 2014

Desejo de voar

Sonhando olhava a revoada,
observava as manobras
verdadeiros acrobatas sobre as arvores
e montanhas, vez em quanto mergulhavam
no abismo e reapareciam cantando,
felizes.
Não sentia mais meus pés no chão.
Flutuava acima das brumas, fugia da solidão
que feria meu coração.
Me vi passaro com desejo de voar,
Acordei era um sonho pois não.


Dirce Silva

1 comentário:

dirce maria Silva disse...

Obrigado meu amigo José por postar meu poema, fiquei imensamente feliz.
beijo.
Dirce Silva