Outros Blogs do meu grupo:

quinta-feira, 13 de agosto de 2015

???

O que diria a noite em nosso diálogo silencioso?
Ela acompanha desde sempre meus passos,
quando firmes, ou bêbados...
Me analisa em cada gesto e gesticula às vezes
em reprovação ou cumplicidade.
Sem querer, com ela me confesso, me aconselho
É que não sei fazer isso da maneira convencional
Sutil e sorrateira ela me espreita
Que faço... se ela está em todo lugar?
Costumo rezar para que logo amanheça
e eu me livre dessa indiscreta criatura
Há horas em que me causa medo
Não sei se dela ou de mim mesmo
Quando estou só nesse obscuro silêncio
vai saindo tudo de dentro de mim
Sem que eu perceba vou me esvaziando
Ela gosta de se fazer de muda
Mas no seu calado muito ela diz
Algo que só a gente mesmo entende
E ela sempre entende o que a gente diz
sem que seja preciso dar muitas explicações
É boa guardadora de segredos
Fiel... mesmo quando há vento...
Não fosse ela o que seria de mim
com tanta coisa aqui dentro...

regina ragazzi

Sem comentários: