Outros Blogs do meu grupo:

domingo, 9 de março de 2014

Voando alto

A beleza rompeu-se do silêncio
O gosto pelo simples, singeleza
Na vida, na lida, na natureza
Desfolhando-se em  horizonte límpido

E dentro desse brilho o meu amor
Que é doce-especialmente diferente
E que fez-me ressuscitar de um sonho
Onde só havia a espera de reencontrar

Sou presa fácil em seus braços
Presa que estou em seus olhos
Livre de medos tolos, já remotos
Vivo a lida de passarinho voando alto.


Luciana Silveira

Sem comentários: