Outros Blogs do meu grupo:

sábado, 14 de maio de 2016

Meu último Filho

Este é o meu último filho,
um filho feito como os outros.
Com o conhecimento
de duas almas…
Com paixão…
Com a união da poesia…
Este é o meu último filho,
um filho feito de palavras,
como o nosso amor…
Um filho feito
da habilidade dos sentimentos
com o calor de um peito
afogueado…
Com duas mãos quentes
húmidas de desejo…
Este é o meu último filho,
um filho gerado como os outros.
É menino,
chama-se Poema... e é teu.

Vanda Paz

quarta-feira, 11 de maio de 2016

Olhamos o Céu




Olhamos o Céu
e agradecemos A Luz
que te trouxe até mim!

Chegaste,
sorriste,
estendi a mão,
o amor na minha mão
e disseste:
encontrei
a minha Paz,
a minha vida,
sou feliz!

Também sorri,
de novo olhei o Céu
e agradeci este amor,
que nasceu,
floresceu
e dará pétalas de amor!

Olhamos o Céu
que nos envia
muitas pétalas,
pétalas de amor!

José Manuel Brazão

quarta-feira, 4 de maio de 2016

Como uma ponte...

Vivemos tudo
o que havia em nós,
tudo o que sentimos,
a paixão, o amor,
a ajuda solidária,
que precisámos
e nos completou!

Vivemos
momentos felizes,
vendo a tua rosinha florescer,
cuidando dela com amor!

Essas imagens de Vida
que rolam sem fantasias,
mas com a verdade
que demos um ao outro!

Hoje sereno
da vida que te dei,
vejo-te feliz,
por chegares
ao ponto de encontro
do teu caminho!

Assim me senti
como uma ponte
entre o passado e o futuro
que te ajudou
a encontrar o que merecias:
uma plena felicidade!

Em caminhos paralelos,
nunca nos perderemos
de vista,

assim prometemos
e nos preocuparemos
com o futuro de cada um!

Tu aí e eu aqui,
 sempre de braços abertos
pedindo a nossa protecção divina!

José Manuel Brazão