Outros Blogs do meu grupo:

domingo, 28 de julho de 2013

Fragilidade talvez...

Talvez a noite, o sopro, o frio
Talvez uma chuva fina
que a muito não cai
Talvez a gota rubra no peito
e essa sensação estranha de dor desperta
Talvez um devaneio...inexplicável...


regina ragazzi

sábado, 27 de julho de 2013

Poeta divina


Teu coração pulsa
como coração poeta
com sangue que corre
por tuas veias
e nas tuas mãos
provoca
sensibilidade apurada
e inspiração divina!

Tua poesia
de palavras puras
 de sol sorridente
e de lua no seu esplendor
exalando amor
que a todos encanta
e em mim repousa,
que te amo!



José Manuel Brazão

Teu abraço

Abrigo achei em teus braços,
meu amado, eterno namorado.
Doce ninho encantado,
onde tanto me perco e acho.

Ah, meu anjo enamorado...
É como o mais perfeito laço,
quando recosto em teu peito
e me envolve no abraço.

Fica assim tudo tão perfeito,
visto-me de sua pele,
curto assim esse momento,
onde as batidas do coraçao
embalam meus pensamentos...

Ali sou puramente tua,
sem querer do tempo a hora,
sem pressa de ir embora.
Afinal, de que importa o mundo la fora?
No silêncio de teu abraço;
sou teu mundo e você é o meu!

Te amo...

Anna Carvalho.


sexta-feira, 26 de julho de 2013

domingo, 21 de julho de 2013

Dança

Apagam-se as luzes,
sigo o brilho do teu olhar
no centro da sala,
as mãos tocam-se.

A música encosta-se às paredes
enquanto me rasgas a alma
quando juntas o meu corpo
ao teu.

Somos um.

Avançamos lentamente.
Guias-me com gestos intensos.
Soltamos as asas
em pleno compasso.
Os pés ganham vida
seguindo um ritmo marcado
pelo tempo da experiência.

Já nada nos faz parar,
flutuamos no espaço
até ao calar dos corpos.


Vanda Paz

Um caminho que estreita...

Um caminho, o meu caminho,
onde paro, olhando para trás,
tentando recordar esta caminhada!

No princípio um caminho cheio de Sol,
dava-me forças para tudo superar;
caía e levantava!

Continuava sempre com esperança,
encontrava mais pedras
e contornava,
caminhando, caminhando!

Começei com dificuldades
em curvas imprevistas,
perdi um pouco a confiança,
mas não perdi a Fé!

Avistei o caminho a ficar “estreito”,
mas sempre com ajuda de outros
- amor incondicional –
tento, vou buscar forças
até alcançar o final do caminho,
ponto de encontro dos meus desejos!

José Manuel Brazão



sábado, 20 de julho de 2013

Tu já sabes!

Tu já sabes
o que vai em mim,
no meu coração,
coração louco por ti,
que te ama sem limites!

Eu já sei
como olhas o mar
e o desejo dele trazer-te até mim!

Nós já sabemos
que este amor
veio para ficar
no cofre das nossas almas!



José Manuel Bazão

quinta-feira, 18 de julho de 2013

...

Nasces sempre das flores em dias de chuva, conservas sempre o verão nesse olhar intenso de luar e trazes o corpo que mais te convém.
Não é esse corpo que eu quero – quero o outro -, aquele que me inquieta. Esse corpo que trazes hoje está subjugado – entregue a outro tempo. Quero aquele em que a palavra humedece com o murmúrio dos lábios – dos teus lábios.

Hoje quero tudo – mesmo tudo -, porque ontem o que me deste – foi nada. E hoje é tempo de receber tudo o que me falta – o teu corpo que me inquieta -, os teus lábios que humedecem os meus e as palavras que crescem dos murmúrios (ou das flores em dias de chuva).


Vanda Paz

quarta-feira, 17 de julho de 2013

Miragem

VOLTO LOGO

Uma tristeza dominou meu coração
Ficou apertado, tanto, tanto...
Quando li: "Volto logo"...

Caminhei na areia,
e olhei para o horizonte
e aquelas palavras ecoavam
de todos os cantos:
                     Volto logo!
Volto logo!
                                   Volto logo!
                   Volto logo!

Não voltou...

Mergulhei no mar,
vasculhei o fundo do oceano,
perguntei aos peixes...
nem sinal...

À noite, olhei para o céu,
e vi uma miragem...
pensei que fosse você
voltando
pendurado na ponta de uma estrela.

E na lua, a imagem refletida...
Você montado num cavalo alado...
brincando de super herói.
Ah! Que miragem...

Tola!
Aquele "volto logo",
era só um sinal
do mais delicado Adeus!

Eu lia
"Volto logo"
E entendia
"Adeus, Adeus, Adeus..."

Su Simon


Caminho da saudade

Ausência que me traz tristeza
Na busca que não encontrei
Relembrando sua beleza
De saudades eu chorei.

Caminho que me leva pra longe
Com raios de sol a me iluminar
Olhando o mar e o horizonte
Pensamento em seu olhar.

Esses passos na imensidão
Que não vão se repetir
Sentimento no coração
Com tantas mágoas que vivi.

Vejo silencio nas ondas do mar
Compartilhando da minha dor
Na esperança de te encontrar
Vou ao encontro do seu amor.

Não sei se te acharei
Nessa minha procura
Mais no coração te levarei
Com todo amor e ternura.



Belarose

sexta-feira, 12 de julho de 2013

Tens tudo para seres feliz!

Páras o olhar
nesse horizonte
em pôr do sol!

Meditas
nos teus sentires,
desejos, sonhos lindos
em tons de verde,
de desejada esperança!

Tens o Sol a sorrir,
a Lua contemplar,
filhos que te amam,
um companheiro
que é  o teu véu
o teu abrigo,
porto dos teus sonhos
e das realidades,
que serenaram a tua Vida!

Tens tudo para ser feliz
e assim será!

José Manuel Brazão

♩♪♫"...eu tenho tanto, pra te falar, mas com palavras não sei dizer, como é grande o meu amor por você!"
♩♪♫

quinta-feira, 11 de julho de 2013

Inesquecivel

EU OCEANO

Desenhei um rosto que não conheço...
Imaginado pelo brilho azul dos olhos.
Penetrei num oceano de devaneios
e as formas foram se alterando
E ficou tão belo.
Um desenho apenas,
mas tinha um coração batendo forte,
a alma de poeta e a voz!
Ah! a voz!
Pura canção...
Canção assim: Que seduz...
De traço em traço contornei o corpo
O corpo mais lindo que já vi...
E a imagem desenhada na mente...
Fascinante...
Toda noite sinto uma misteriosa presença
que embala meu sono e me faz sonhar...
Fiz do desconhecido...
Um anjo...
Inesquecível!



Su Simon

sexta-feira, 5 de julho de 2013

Meu amor... Poeta!

Dentro do peito mora uma saudade..
Uma espera que no coração habita...
e que jamais se extinguirá...
Dentro de mim há um desejo ardente
A esperança viva deste mundo só nosso...o meu sentir mais verdadeiro
Momentos que foram imortalizados por palavras de amor... beijos e afagos
Quando nossos corpos se entregavam na mais linda poesia...
síntese de minha alma com o eterno transcendente...
ilusão dos meus sonhos e fantasias...inspiração de minhas rimas...e todas as minhas alegrias...
Te amo meu poeta do amor...te amarei para sempre
meu amor... poeta!


celina vasques


quinta-feira, 4 de julho de 2013

Férias fantásticas

SONHO DE FÉRIAS

Estou neste aviãozinho
rumo à Paraíba...
pra brincar de casinha
com a Lola e as menininhas...
receber xero das xerosas...
enchê-las de abraços e beijos...
Sensação maravilhosa!
Sentar ao chão, e nas panelinhas
preparar bolinhos de sol,
pois de chuva aqui tem muito...
Esperem meninas, esperem...
A mais nova amiga está aterrisando...
levando sonhos
num aviãozinho de papel!

Su Simon

quarta-feira, 3 de julho de 2013

Bordando sentimentos

Costurando palavras
Bordando sentimentos
Vou tecendo esse véu
Que paira sobre nós
A lua acesa no céu
Desfazendo os nós
Rompendo auroras
Na fraca luz do quarto
Abraçada ao travesseiro
Sonhos refazendo-se
Deixando apenas
O que nos resta
Colagem de alquimia
Enxoval de quimera
E tudo mais é amor
Silêncio e luz
E tudo mais é paz

Luciana Silveira

segunda-feira, 1 de julho de 2013

Inquietas-me

inquietas-me
nas horas paradas
e nas outras horas
nas manhãs onde és sol
e eu céu
inquietas-me
chuva fresca e molhada
em corpo de terra quente 

e se viesses
e se te tocasse

ar maduro entre lábios
crispados de sede

e se eu fosse
e se me desse

fruta doce em abraço
ancorada no teu

inquietas-me os dias
porque me ausento de noite
ao encontro do sonho
embrulhado num beijo teu.


Vanda Paz

Saber viver

Um raio de luz passou por aqui
deixando um caminho iluminado.
Para todos os seres
serem vistos, incluídos, amados.
Uma brisa leve tocou um rosto.
Uma mão macia acariciou uma face.

A natureza nos ensina
Que não importa os vãos da vida.
Ela sempre estará presente
Na vida de todos,
respeitando o jeito especial de ser
de cada Ser!
Isso é saber viver!

Su Simon