Outros Blogs do meu grupo:

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Quem me dera encontrar o verso puro...

Do teu deslumbramento
pelo Poeta,
do teu encantamento
pelo Homem,
nasceu o verso puro,
um grande amor!

Senti em ti
a Luz que me faltava
que me daria paz e amor!

Tanto que nos amámos
e nos entregámos
a um amor ardente
com a paixão latente!

Tu e eu
aos olhos mundo
vivemos
as raízes desse amor,
que deixou marcas
em nossos corpos
nunca desvanecendo,
porque choramos
isto que sentimos:
angústia, nostalgia,
desejo de reviver
e partilhar esse grande amor!

Quem sabe...

José Manuel Brazão

Poema baseado na seguinte frase:
"Quem me dera encontrar o verso puro, o verso altivo e forte, estranho e duro, que dissesse a chorar isto que sinto! Luciana Silveira




Ivone Poemas disse...
Lindo poema de versos também lindos!!!
"Quem me dera encontrar o verso puro"..."
Amo vir aqui e ler seus lindos poemas!!!
Abraços
Ivone.

Aquele instante

Imagine como, a partir de uma decisão
De uma entrega já sabida, embora refutada
Vem uma cascata de acontecimentos

Passam-se águas e mais águas,
Modelam nossas pedras,
Mudam a nossa vida.

É incrível pensar em como um ano inteiro
Poderia ter sido totalmente diferente sem você
Sem aquela decisão, de não te perder,
Seria, sem dúvida, incompleto, mais vazio:

Não haveriam tantos momentos encantados
Maravilhosos dias juntos, ou mesmo brigando:
Estava ao seu lado.
Estive e estarei contigo, te amando. 

Peyse Araújo.

Palavras que pairam em ti


Palavras que pairam na tua alma,
percorrem as tuas veias,
escorrem pelas tuas mãos
e chegam a nós por e com amor!

E nesse teu encontro
de amor, muito amor
com a Vida e a Poesia
sorris encantada,
porque sentes
 tua alma alimentada
pelo teu querer e sentir
ser Poeta!
José Manuel Brazão

* Um poema singelo pensando nas Poetas da Casa da Poesia.
Beijo do ZÉ
Zé meu amigo querido, que linda homenagem as poetas desta Casa. Realmente no meu caso
quando transformo o que sinto em poesia minha alma é alimentada e fica feliz. Obrigada.
Zé querido amigo, mas vc diz isto porque vc tem um coração imenso e uma alma sensível e bonita.
Beijos da Beki
Obrigada Zé um poema lindo fico feliz por fazer partes dessa casa,obrigada pela homenagem
 abraço  Acalenta
Ah, meu amigo!!!
Não poderia deixar esta poesia tão linda fugisse dos meus olhos e do meu coração!!
Obrigada por este presente mais que lindo!!
Sinto-me homenageada!!!
Cada verso um presentão!!
Beijo carinhoso meu amigo POETA!!
Bea




domingo, 30 de outubro de 2011

Maravilhoso texto de Frei Betto

Ao viajar pelo Oriente, mantive contatos com monges do Tibete, da Mongólia, do Japão e da China. Eram homens serenos, comedidos, recolhidos e em paz nos seus mantos cor de açafrão. Outro dia, eu observava o movimento do aeroporto de São Paulo: a sala de espera cheia de executivos com telefones celulares, preocupados, ansiosos, geralmente comendo mais do que deviam. Com certeza, já haviam tomado café da manhã em casa, mas como a companhia aérea oferecia um outro café, todos comiam vorazmente. Aquilo me fez refletir: 'Qual dos dois modelos produz felicidade?'

 Encontrei Daniela, 10 anos, no elevador, às nove da manhã, e perguntei: 'Não foi à aula?' Ela respondeu: 'Não, tenho aula à tarde'. Comemorei: 'Que bom, então de manhã você pode brincar, dormir até mais tarde'. 'Não', retrucou ela, 'tenho tanta coisa de manhã...' 'Que tanta coisa?', perguntei. 'Aulas de inglês, de balé, de pintura, piscina', e começou a elencar seu programa de garota robotizada. Fiquei pensando: 'Que pena, a Daniela não disse: 'Tenho aula de meditação! Estamos construindo super-homens e super mulheres, totalmente equipados, mas emocionalmente infantilizados.

Uma progressista cidade do interior de São Paulo tinha, em 1960, seis livrarias e uma academia de ginástica; hoje, tem sessenta academias de ginástica e três livrarias! Não tenho nada contra malhar o corpo, mas me preocupo com a desproporção em relação à malhação do espírito. Acho ótimo, vamos todos morrer esbeltos: 'Como estava o defunto?'. 'Olha, uma maravilha, não tinha uma celulite!' Mas como fica a questão da subjetividade? Da espiritualidade? Da ociosidade amorosa?

Hoje, a palavra é virtualidade. Tudo é virtual. Trancado em seu quarto, em Brasília, um homem pode ter uma amiga íntima em Tóquio, sem nenhuma preocupação de conhecer o seu vizinho de prédio ou de quadra! Tudo é virtual. Somos místicos virtuais, religiosos virtuais, cidadãos virtuais. E somos também eticamente virtuais...

A palavra hoje é 'entretenimento'; domingo, então, é o dia nacional da imbecilização coletiva. Imbecil o apresentador, imbecil quem vai lá e se apresenta no palco, imbecil quem perde a tarde diante da tela. Como a publicidade não consegue vender felicidade, passa a ilusão de que felicidade é o resultado da soma de prazeres: 'Se tomar este refrigerante, vestir este tênis, usar esta camisa, comprar este carro,você chega lá!' O problema é que, em geral, não se chega! Quem cede desenvolve de tal maneira o desejo, que acaba precisando de um analista. Ou de remédios. Quem resiste, aumenta a neurose.

O grande desafio é começar a ver o quanto é bom ser livre de todo esse condicionamento globalizante, neoliberal, consumista. Assim, pode-se viver melhor. Aliás, para uma boa saúde mental três requisitos são indispensáveis: amizades, autoestima, ausência de estresse.
Há uma lógica religiosa no consumismo pós-moderno. Na Idade Média, as cidades adquiriam status construindo uma catedral; hoje, no Brasil, constrói-se um shopping-center. É curioso: a maioria dos shoppings-centers tem linhas arquitetônicas de catedrais estilizadas; neles não se pode ir de qualquer maneira, é preciso vestir roupa de missa de domingo. E ali dentro sente-se uma sensação paradisíaca: não há mendigos, crianças de rua, sujeira pelas calçadas...

 Entra-se naqueles claustros ao som do gregoriano pós-moderno, aquela musiquinha de esperar dentista. Observam-se os vários nichos, todas aquelas capelas com os veneráveis objetos de consumo, acolitados por belas sacerdotisas. Quem pode comprar à vista, sente-se no reino dos céus. Deve-se passar cheque pré-datado, pagar a crédito, entrar no cheque especial, sente-se no purgatório. Mas se não pode comprar, certamente vai se sentir no inferno... Felizmente, terminam todos na eucaristia pós-moderna, irmanados na mesma mesa, com o mesmo suco e o mesmo hambúrguer do Mc Donald...

Costumo advertir os balconistas que me cercam à porta das lojas: 'Estou apenas fazendo um passeio socrático.' Diante de seus olhares espantados, explico: 'Sócrates, filósofo grego, também gostava de descansar a cabeça percorrendo o centro comercial de Atenas. Quando vendedores como vocês o assediavam, ele respondia:...

"Estou apenas observando quanta coisa existe de que não preciso para ser Feliz"!!!

Frei Betto




Esta noite

Esta noite a lua rasga a madrugada para preencher o nada que existe entre o sentido e a espera do cair das estrelas. Esta noite a onda atravessa os oceanos e faz-se grande para que se quebrem os luares rasgados na madrugada. Esta noite as sombras vestem-se de branco para nascer a claridade dos sonhos deambulantes de sorrisos. Assombram-se as tristezas com gargalhadas de águias-reais. Esta noite existimos nós na soma das palavras em lençóis de seda bordados de esperança.

Vanda Paz

A vida como ela é....

Tantos são os dias ruins
Os dias que nos entristecem
Nos deprimem
Mas eles passam...
E chegam outros dias
Trazendo muitas alegrias
Na vida de cada um de nós
Renovando nossas esperanças
Nos dando força para seguirmos em frente


Esta semana li algumas histórias de vida  contadas por seus próprios protagonistas, ou por alguém muito próximo.
Quase todas tristes. Uma trágica, extremamente  chocante..Tão chocante que tentei por três vezes comentar e não consegui.  Isso me fez refletir muito.
Algumas de amigos, outras de desconhecidos, mas nem por isso deixaram
de me tocar profundamente.. Somos todos humanos...
Quantas coisas acontecem pelo mundo afora enquanto eu estou aqui confortavelmente
sentada nesta cadeira .
Queria ter uma palavra de conforto para dizer a cada uma dessas pessoas que passam
por tantos sofrimentos. Uns mais, outros menos, alguns apenas coisas de momento, outros, sofrimentos que se estendem pela vida toda, mas todos merecedores de uma palavra amiga, um carinho.
É... esta semana foi difícil....
Quero deixar um abraço a todos os autores que com suas histórias me ensinaram
muitas lições , muitas reflexões a serem feitas.
Aos meus amigos  meu carinho especial.
Embora distantes, estamos sempre perto de alma e coração.

Beijo carinhoso

E vamos...porque o tempo não para!
E a nossa vida seja ela do jeito que for é a nossa vida.E é rara...
ÓTIMA SEMANA PRA TODOS!!!!!!!!!!!!

regina ragazzi

Poesia com emoções: Amor sem limites


Poesia com emoções: Amor sem limites:


José Manuel Brazão

Frio cego

sinto nas mãos
um frio cego
de rituais dormentes
onde me perco
cansada
quebrável.

arranho a pedra
no silêncio
que salta comigo
num roçar do último encontro.

no fugaz título
uma insónia quase trágica
vestida de eternidade
com travo a passado.

escavo o peito
numa saudade
onde lavro
os meus pecados.

Eduarda
Em participação especial


Minha querida Amiga
Saudades de ti e da tua Poesia!
Beijo do ZÉ

.sobre o que.

Sou refém
sou cúmplice
sou limite
sou liberta..

Nesta viagem silenciosa
não escrevo e não vivo..
é denso o meu sentir
ilimitado e intenso..

Nada mais me tem
nada te prende
na direção do vento
que sufoca tuas palavras..

Sinto o corpo flutuar
levando meu pensamento
enraizado nos teus passos
incertos em tanto amar..

Ingrid Caldas

Toque das mãos

Passa o tempo
e nós
sempre juntos,
sempre unidos
para o bem,
e para o pior,
solidários, solitários …

Não te deixo,
não me deixas.

Nossos corações batem,
cada vez:
que penso em ti
e tu pensas em mim!

Estendemos as mãos
para nos aproximarmos.
Puxam nossos corpos,
mas não conseguem!
O nosso amor
é superior!

É o verdadeiro amor!

Estaremos Aqui ou Além,
como sempre
de mãos dadas!

José Manuel Brazão

Um poema que nasceu como um desejo meu e que tu tão bem o tens realizado. Levarei comigo pensando em ti e tu nas voltas que a Vida dá,  guarda-o no teu coração de Mulher bem iluminada!
Beijo do ZÉ



O que posso te oferecer, se não a minha amizade?
Uma amizade constituída na confiança é a maior prova de amor que os amigos podem oferecer. Obrigada por ser paciente e compreensivo, são raras as pessoas com a tamanha bondade e gentileza que eu conheço. Um beijo gracioso em seu imenso coração.

Graciele Gessner.
(Timbó - SC - Brasil, 31/07/2010)

Recomeçar, mais uma vez...

A vida é feita de transformações. É bem verdade, que nos transporta a um ensinamento. Seja algo que precisamos aprender ou, simplesmente reciclar as emoções e os sentimentos.

Recomeçar, mais uma vez e tantas outras. Quem disse que não é possível recomeçar? De todos os tropeços, os hematomas nos tornam mais fortes para enfrentar o desconhecido. Levantar-se é o primeiro passo, depois é erguer o rosto e seguir em frente.

A arma de um bravo vencedor é recomeçar. Nenhuma batalha nesta vida pode ser lutada por um fracassado. É preciso resistir em nossos sonhos, em nossos verdadeiros objetivos. Ninguém pode nos impedir de sonhar. A nossa única obrigação é correr atrás das oportunidades.

Se a porta foi fechada, talvez exista um caminho alternativo que te leve aos seus verdadeiros fins. Talvez encontre muitas pedras, muitos obstáculos, tudo isso te levará ao topo. Acredite!

Graciele Gessner.


Graci querida

Um texto que estás nele
de corpo e alma!
Como me orgulho de seres
quem és!
Beijo grande 
do ZÉ

sábado, 29 de outubro de 2011

Quando um Amigo nos acompanha...

Sempre que me bater insegurança, vou lembrar de ti

me dando apoio emocional e espiritual.Beijo na alma, Graci.


De facto nenhum caminho é longo demais, quando um Amigo nos acompanha!

E tu Graci que nos acompanhamos desde Janeiro de 2010 na Vida e na Poesia exercemos entre nós uma profunda união de compartilhar as alegrias e as tristezas em momentos certos!
 Quando ris eu rio, quando choras escondo o meu choro, poupando-te o teu sofrimento daquele momento!

Por outro lado vivo mais sereno devido à confiança e à esperança, que vejo em ti por saber que passada a fragilidade natural, que se incorpora em ti levantas-te e dizes: Zé vou seguir para a frente!

E aí sorrio para o Céu pela minha querida Amiga Graci, a nossa Graciele Gessner!

Graci, recomeça mais uma vez e eu acompanho-te como sempre!

Beijo grande
do ZÉ
e com convicção direi:
teu Amigo eterno


Graciele Gessner. disse...

Obrigada, Zé!!!
Sempre fiel...


A noite

Entrei pela noite
 De mãos cheias
 De vento
 Abracei o vazio
 Afoguei-me no tempo

 Estendeste-me o silêncio
 Agarrei-o
 Com esperança
 Mostraste-me o caminho
 Com olhar de criança

Colhemos prazeres
 Transformámos
 Os corpos
 Arrasámos a vida
 Em poemas já mortos

 Percorremos o sonho
 Em desenfreada
 Loucura
 Encantámos futuros
 Esquecendo a amargura

 Acordo agora
 A transpirar o que fomos
 De lágrimas escorridas
 Na realidade de quem somos.

Vanda Paz

[....]

Abriu a noite
e tive um sinal!

Passou tempo
sem a tua voz,
as tuas palavras
que me alimentam
a Vida!

Saudades,
muitas saudades,
do teu encanto,
do teu carinho,
dos teus olhos
cheios de esperança,
do reencontro
do nosso amor,
que sentimos
fortalecido,
muito querido
e muito amado
em nossos corações!

De mãos dadas
prosseguimos
o nosso caminho,
sem destino,
sem olhar para trás!

José Manuel Brazão


Prantos de uma rosa

Há tempos o meu céu escureceu
O brilho do olhar se apagou
O encanto de viver desapareceu
O coração em mágoas se afogou

Sinto-me como uma rosa despetalada
Que confiou num espinho
E foi gravemente machucada
A rosa tem inveja da liberdade do passarinho

Quisera eu ser dona de mim
Construir o meu ninho em outro lugar
Sair da gaiola enfim
E pelo mundo vagar

Há momentos em que o sol brilha
De repente o vento me balança
Fico feliz igual criança
Porém percebo que é só uma armadilha

É nessa hora que a chuva vem
As gotas caem e as lágrimas também
O espinho diz que veio me proteger
Mas na realidade só me faz sofrer

Às vezes, a lua vem me visitar
Fala comigo baixinho
E com muito carinho
Diz que vale a pena sonhar

Em algumas noites o meu céu fica estrelado
Tanta beleza não merece um sorriso forçado
Fico embriagada com tamanho encanto
Acompanho o balé das estrelas e esqueço o pranto

Adormeço contemplando o meu céu enfeitado
Sonhando sou livre, sou feliz
Não há sofrimento, tudo ficou no passado
Então posso viver sem farsas. Tudo o que eu sempre quis!

Maria Liberdade
Leia mais: http://liberdadeemprosaepoesia.blogspot.com/#ixzz1cArj8tOZ

Entre nossos sonhos: Uma canção


Entre nossos sonhos: Uma canção:


regina ragazzi

Reencontro

Nada como o tempo para curar feridas
Velhas desavenças
Indiferenças
Hoje te reencontro
Depois de algum tempo 
E tudo parece diferente
Nada mais é como antes
Mas o amor ainda permanece
O sorriso ainda brilha
O coração ainda pulsa
Ainda és quente como o Sol
Fascinante como a Lua
Revolto como o Mar
Ainda és capaz de me dominar
De me enfeitiçar
Toco em você e pareço flutuar
Beijo teus lábios
O mundo pára
Nada mais existe
Só dois corações que se amam
Que se querem
Agora te reencontro
E começa tudo de novo...


*Simone*
em participação especial

Procuro e tento ser feliz|

Procuro sonhando
o que não encontro acordado.
Sonho com a vida
que me falta conhecer;
sonho com as pessoas
que amo em silêncio
e que quero ajudar:
amando!

Sonho com as pessoas
que me ouçam,
me entendam.

É bom sentir-me vivo,
olhando para trás
e vendo
que não posso viver
um novo começo,
mas que posso viver
um novo fim.

Procuro
a esperança
ser feliz,
serenamente …


José Manuel Brazão
 

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

O poderoso exercício frente ao espelho


Fique diante de um espelho em que você se veja de corpo inteiro ou, pelo menos, de um que o mostre da cintura para cima. Se não tiver um, arranje. 
Coloque-se em pé, ereto, e olhe para o espelho diretamente de frente.
Fique com os dois pés firmemente plantados no chão, com o peso igualmente distribuído entre eles. Respire fundo para erguer um pouco a caixa torácica.
Seu estômago ficará achatado. (Esta técnica da caixa torácica é mais um segredinho. Nunca pense em contrair o estômago. Pense sempre em expandir a caixa torácica. Seu estômago vai se contrair naturalmente, e o resto do seu corpo parecerá orgulhoso e confiante.) 
Respire profundamente várias vezes até uma sensação de determinação invadi-lo. O ato de olhar no espelho, para dentro dos seus olhos, lhe dará poder e força. Então, pense no que você quer.
 Pense em um desejo. Olhe diretamente no fundo dos seus olhos. Agora, diga em voz alta o que você quer. Diga a si mesmo que vai obter o que deseja.
Faça esse exercício quando acordar, pela manhã. Faça-o antes de uma reunião importante. Faça-o antes de uma apresentação. Faça-o antes de encontrar alguém especial. Também diga a si mesmo que nada se colocará no seu caminho.
Diga em voz alta que você será um sucesso extraordinário.

Lembre-se: o subconsciente é inteiramente receptivo às suas verbalizações, sobretudo quando você olha dentro dos olhos dele. 
O subconsciente as absorve como uma grande esponja e faz com que elas permeiem todo o seu corpo. Assim, possivelmente enfrentará situações importantes sem hesitar.
Por exemplo, se você está trabalhando e está prestes a se encontrar com um cliente obstinado, um chefe temido ou alguém em quem precise causar uma boa impressão, use essa técnica incontáveis vezes para ajudar a anular quaisquer apreensões. Além disso, pratique a sua apresentação na frente do espelho ou, mais importante, pratique a sua saudação inicial.
Esses primeiros 5 ou 10 segundos são decisivos para a maioria das associações bem-sucedidas. 
Visualize esses primeiros momentos em todos os detalhes.
Olhe para o seu corpo e para a linguagem que ele projeta a partir da forma como você se porta em pé, como movimenta seus braços e pelo olhar em seus olhos.
Por falar em olhos, se você quer ter olhos poderosos, pratique esse exercício no espelho.
Em questão de semanas, seus olhos desenvolverão uma força e uma energia que evidenciarão sua confiança. Esse é um dos principais benefícios do exercício.
Para aqueles não-iniciados nas habilidades do subconsciente, isso vai parecer ridículo; mas para os que conhecem, quando você alimentar e nutrir seu subconsciente dessa maneira, o poder resultante emanará dos seus olhos e da forma como você se porta. 
Você terá um olhar penetrante que indicará a intensidade do seu ser. As outras pessoas saberão reconhecer isso e reagirão positivamente.Toda linguagem corporal bem-sucedida começa com os olhos.

Ceiça Sousa
em participação especial




Ceiça
Agradeço a sua presença
e as palavras que hoje me enviou.


Beijo do ZÉ

Quando um Amigo nos acompanha...

Sempre que me bater insegurança, vou lembrar de ti

me dando apoio emocional e espiritual.Beijo na alma, Graci.


De facto nenhum caminho é longo demais, quando um Amigo nos acompanha!

E tu Graci que nos acompanhamos desde Janeiro de 2010 na Vida e na Poesia exercemos entre nós uma profunda união de compartilhar as alegrias e as tristezas em momentos certos!
 Quando ris eu rio, quando choras escondo o meu choro, poupando-te o teu sofrimento daquele momento!

Por outro lado vivo mais sereno devido à confiança e à esperança, que vejo em ti por saber que passada a fragilidade natural, que se incorpora em ti levantas-te e dizes: Zé vou seguir para a frente!

E aí sorrio para o Céu pela minha querida Amiga Graci, a nossa Graciele Gessner!

Graci, recomeça mais uma vez e eu acompanho-te como sempre!

Beijo grande
do ZÉ
e com convicção direi:
teu Amigo eterno
Graciele Gessner. disse...

Obrigada, Zé!!!
Sempre fiel...



Além de toda a distância

Meu coração vive
em permanente paixão
neste vai-vem
do vento amigo
que leva amor
e traz a tua emoção!

Neste ao sabor do tempo
nada nos distancia
e o amor nos aproxima!

José Manuel Brazão

Soturna

Ontem você veio me visitar em sonhos. Tive raiva do seu atrevimento. Fez seu passeio por mim, roçou sua barba no meu rosto, me beijou, me abraçou, me enlouqueceu, e como sempre, sumiu. Sem dar muitas explicações, apenas evaporou, desapareu. Acordei com seu gosto em mim e tive muita raiva. Díficil explicar essas sensações do além que ficam como nódoa velha na alma. Estou tentando trabalhar, mas seu cheiro não sai. As vezes eu preferia morrer, a ter que te sentir assim diariamente. Você é mesmo uma maldição, uma cruz inclusa na minha catarse. Mas o que consola é que  me purifico do mal da humanidade carregando esse amor/dor. Por hoje aguardo a libertação que o tempo me trará. O tempo vai me redimir. O tempo e a morte. Enquanto ambos não chegam, vou catando borboletas, coletando flores, acendendo velas pra enfeitar o "grã finale". Enquanto não chegam, vou desenhando liberdade nos muros, fazendo novas tatuagens, escrevendo livros, plantando árvores, colecionando beijos, por que afinal, a vida continua....

Sandra Freitas

O timbre da rosa

Nem todas as rosas têm cheiro
Nem todas são encarnadas
As rosas que eu gosto mais
Estão no meu peito amarradas

Há rosas de todas as cores
Uma alegres
Outras choradas

Tuas rosas, meu amor
Tem tudo
E não tem nada

Tem a forma
Do teu sorriso
Na tua pena gravada

Têm choro
E tem granizo
Da noite
E da madrugada

Seu cheiro parece um guiso
Que toca a cada rajada
Quando toca
Tem um timbre
Que acorda
A lua zangada.

Cristina Moita

Poesia com emoções: Sorrindo



Poesia com emoções: Sorrindo:


José Manuel Brazão

Esperança no perdão em nós!

Não estou capaz de sonhar,
mas de viver o que desejo
nesta Vida de instantes
que me preocupam,
com esperança em ti!

Nem sempre o Sol brilha,
nem sempre a Lua sorri,
mas caminharemos
se necessário voaremos
nas asas do amor,
e por aí
vamos à descoberta
do que desejamos
e ansiamos!

Um futuro
de fraternidade,
solidariedade
e enfim,amor!

Assim queremos
e conquistaremos!

Vivo na esperança
do perdão da Vida
em mim, em nós!

José Manuel Brazão

Folhas de silêncio

O coração é ritmado
de amor sem causa
no resultado
aritmético
dos braços trocados
na fonte da lua cheia…

A palavra não consegue
traduzir
os tremores e amores
no âmago do peito
é apenas tinta
vertida numa folha nua
de papel riscado…

São vácuos bordados
nas linhas corridas
folhas de silêncio
nanogramas de um pincel…

Quando a varanda do cerne
esconde o teu olhar
é rouco o pensar
na tridimensional
e oculta lua de papel…


Ana Coelho

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Se o amor vier de longe

Na força deste amor
não se conhecem distâncias
e se as houver
existem asas do amor
para unir corpos e almas
num encontro
de amor e paixão
num elo de verdadeiro sentir,
no calor do olhar
além de toda a distância!

José Manuel Brazão

E se houver amor, mesmo que distante, ame por inteiro!

Tributo à Poeta Maria Liberdade

Rio Branco - Acre - Brasil


Desde que te conheço que fiquei com essa ideia!

Fazes o teu caminho sem empurrões, sem pretenderes ser superior aos outros!
És forte em certos momentos e se desejares atingir determinados objectivos, ninguém te trava!

Na tua discrição entregas-te aos outros, quando eles menos esperam!

No entanto, não ficam surpreendidos, porque de ti pode esperar-se somente amor, carinho e criação do Bem!

Tens sede da arte de viver e pretendes continuar como aprendiz!

Lição de vida de uma pessoa, de uma amiga com grande humildade!




Nunca te esquecerei LIB e de vez em quando dás-me notícias!


José Manuel Brazão

Dedicado à minha querida Amiga Maria Liberdade


Quem sou eu?

Quem sou eu?
Ajude-me a responder!
Eu sou um pássaro sem asas
Um sonho em corpo de menina
A realidade na face da mulher
Uma amiga que conforta
Uma professora que aprende
Uma aluna que ensina
Quem sou eu?
Ajude-me a decifrar!
Eu sou a água que molha a terra
A lágrima que sufoca o sorriso
A luz que apaga a escuridão
A melodia que ecoa
A paz que acalma o coração
Quem sou eu?
Eu sou a sensibilidade à flor da pele
As lavas de um vulcão
Eu sou o grito do silêncio
E a companheira da solidão
Quem sou eu?
Ainda não descobriste?
Eu sou tudo e sou nada
Eu sou o que você olha e não enxerga
És capaz de responder agora?
Quem sou eu?

Maria Liberdade Oliveira dos Santos



Sem palavras...

Obrigada por tudo!

Você é mais que especial!

LISBOA, minha cidade!



















Lisboa,
minha cidade,
onde nasci
e tenho vivido,
crescido,
aprendido,
ensinado
e criado
tudo aquilo que me deste,
até a liberdade,
que uns sabem usar
e outros abusar.
Quase toda te conheci,
de oriente
a ocidente,
mas há sempre um cantinho,
desconhecido
ou mal observado,
durante este caminho,
igual à minha idade.


José Manuel Brazão


http://www.youtube.com/watch?v=CHAYV4M3dwo



Ivone Poemas
 disse...
Lindo poema!
Como é lindo poder louvar o lugar onde nascemos, crescemos, vivemos!!!
Eu por mim amo demais o meu país!!!
Brasil, minha terra bendita que por sinal é filho de Portugal!
Abraços!
Ivone

Ivone
Emocionado pelo seu comentário e você
ter o nome de minha Mãe!
Beijo de gratidão
do ZÉ

Infinito

É com as mãos estendidas ao infinito
Que ato meu corpo junto ao teu
Nesse momento me perco
Para no futuro te encontrar
No céu, as estrelas esperam
Equanto cometas vagueiam
Em busca de nosso olhar

A eternidade nos espera, amor meu
Enquanto flores abrem suas pétalas
Para nosso futuro lar enfeitar
Entendemos juntos essa harmonia
Que desfaz-se em bolhas de sabão
Juntando todos os nós e desatando-os
Um por um, restando apenas nós

E quando cai a noite nessa cidade
Tudo o que não sinto é solidão
Sinto apressado pulsar meu coração
Na espera doce do tempo em que virás
Escrevo poesias talhadas em sentimento
Enquanto vejo na lua tua imagem
E todo o resto, é pura bobagem.

Luciana Silveira

Infinito

Infinito é o sentimento chamado amor
No qual jamais se esquece apenas adormece.

Infinito é o respeito
A quem se tem incondicionalmente,
Ou a quem mereça por essa atitude.

Infinito é a amizade verdadeira,
Aquela que pode nos refugiar.
Uma palavra de conselho ou de crítica.

Infinito também é as lembranças
Que nos restam as sonhadas esperanças.

Infinito é a minha gratidão
A todas as pessoas que se encontra em meu coração.

Infinito é viver cheio de inspiração,
A suave melodia do coração.


01.01.2009
Graciele Gessner